Do pó veio e ao pó retornará

 

Passa a festa da carne, o Carnaval onde o povo parece esquecer de todas as mazelas, mas também parece esquecer de que tem algum tipo de fé. Por isso muitos acabam dizendo que é uma Festa do Diabo .

Particularmente eu não sei, mas vemos muitos exageros, libertinagem e infelizmente violência nesta época do ano.

Tudo termina numa terça-feira (chamada pelos católicos de terça gorda) e na quarta-feira todos são chamados a conversão (ou lembrados de que são fiéis). É o inicio da Quaresma, na Quarta-feira de Cinzas. 

Na Igreja Católica a quarta de cinzas é dia de penitência, de abster-se de carne, de jejum, de oração. Neste dia são celebradas Missas Solenes para abertura da quaresma, e nestas missas cada fiel recebe as cinzas sobre a cabeça.DESTAQUE_QUARTA-FEIRA_DE_CINZAS_27_02_2014

Qual significado das cinzas?

A cinza é o simbolo da fragilidade humana. Em Gênesis 18,12: “Abraão continuou: Eu me atrevo a falar ao meu Senhor, embora eu seja pó e cinza.” É uma das passagens bíblicas mais antigas falando da penitência, e é justamente no Antigo Testamento que se encontram muitas passagens que o confirmam. Jó 42,5-6: “Eu te conhecia só de ouvir. Agora, porém, os meus olhos te vêem. por isso, eu me retrato e me arrependo, sobre o pó e a cinza.” Ainda no livro do Gênesis 2,7;3,19: “Então Javé Deus modelou o homem com a argila do solo, soprou-lhe nas narinas um sopro de vida, e o homem tornou-se um ser vivente; Você comerá seu pão com o suor do seu rosto, até que volte para a terra, pois dela foi tirado. Você é pó e ao pó voltará.” 

Uma das fórmulas usadas pelo padre ao depositar as cinzas sobre o fiel é: “Lembra-te que és pó, e ao pó hás de voltar.” E a outra é: “Convertei-vos e crede no Evangelho.” Esta última tirada de Marcos 1,15.

O rito da imposição das cinzas dentro da missa substitui o Ato Penitencial (momento em que pedimos perdão) e se realiza logo depois da Homilia (Sermão).

As cinzas são o resultado da queima dos ramos do Domingo de Ramos do ano anterior, e não são retiradas (como alguns acreditavam) de ossos de mortos.

O Padre mancha a testa de cada celebrante com cinzas, deixando uma marca que o Cristão normalmente deixa em sua testa até ao pôr do sol, antes de lavá-la. Esse simbolismo relembra a antiga tradição do Oriente Médio de jogar cinzas sobre a cabeça como símbolo de arrependimento perante Deus (como relatado diversas vezes na Bíblia.

Igreja Ortodoxa não observa a quarta-feira de cinzas, começando a quaresma já na segunda-feira anterior a ela, enquanto no  rito ambrosiano da Igreja Católica Romana a Quaresma começa no próximo domingo e o Carnaval continua até o sábado, chamado Sabato Grasso (“Sábado Gordo”) e não se celebra a quarta-feira de cinzas.

quarta-feira-de-cinzas_

A quarta-feira de cinzas nos próximos anos:

  • 2017: 1 de março
  • 2018: 14 de fevereiro
  • 2019: 6 de março
  • 2020: 26 de fevereiro
  • 2021: 17 de fevereiro
  • 2022: 2 de março
  • 2023: 22 de fevereiro
  • 2024: 14 de fevereiro
  • 2025: 5 de março

 

 

Quaresma

A palavra Quaresma vem do latim Quadragesima. São os dias que vão da Quarta-feira de Cinzas até a Quinta-feira Santa.

O número 40 é simbólico e recorda várias passagens bíblicas: os 40 anos de caminhada do povo Hebreu liderado por Moisés no deserto, os 40 dias de oração e depois recebimento dos 10 mandamentos por Moisés na montanha, 40 dias de caminhada de Elias para chegar a montanha do Senhor, os 40 dias de Jesus jejuando e sendo tentado no deserto.

Vale destacar que a Quaresma não tem um sentido isolado na Páscoa. É na caminhada quaresmal que vamos caminhamos para a ressurreição do Senhor e nossa.

Apesar de se chamar quaresma em alusão ao número 40 serão 46 dias (contando os domingos) até o Domingo de Páscoa.  Seis domingos (contando o Domingo de Ramos).

A cor litúrgica (que você verá nos paramentos da igreja e na batina do padre) será a roxa, exceto no quarto domingo onde pode-se usar acor-de-rosa por causa da antífona de entrada, que convida: ” Alegra-te, Jerusalém…” .

O clima quaresmal deve transparecer também na ausência do Aleluia, do Glória e na sobriedade da ornamentação (decoração de flores) e também nos instrumentos musicais para acompanhar o canto. Aleluia significa “Louvai Javé” e é a aclamação marcada pela alegria e pela festa, não combina com o clima mais reflexivo deste tempo. O Canto do Glória é omitido pelo mesmo motivo, e tanto o Aleluia como o Glória serão uma explosão de alegria na Vigília Pascal. Nos meus tempos de coordenador de grupo de jovens, esta era a melhor época para a reflexão com os jovens e também para realizar uma grande vigília no Sábado de Aleluia, culminando com uma missa na madrugada do Domingo de Páscoa.

É na Quaresma que a igreja lança a  Campanha da Fraternidade sempre com temas de interesse social, para serem refletidos nesta época e porque não durante o ano todo.

10422594_cQ8zy