Livro de Jonas (Círculo Bíblico – 2/4)

Círculo Bíblico: Livro de Jonas – 2/4

Este é o segundo de uma série de 4 posts que tratarão de um Círculo Bíblico sobre o Livro de Jonas. A ideia é fazer encontros com a comunidade ou grupos interessados no estudo da Bíblia (dentro ou fora da igreja) e não uma palestra onde um fala e os outros ouvem, mas sim uma partilha numa conversa, mais como uma vivência da fé do que apenas um sermão. Para isso é importante que todos tenham nas mãos a Bíblia e caso contrário, ao menos o Livro de Jonas (editoras como a Paulus tem edições mais acessíveis apenas com os livros separados da Bíblia como um todo) ou em ultimo caso um folheto impresso com os capítulos que serão lidos. De qualquer forma o ambiente é muito importante e mais ainda que sejam respeitados horários, dias e frequências com que os encontros acontecerão. Funciona muito bem se for uma vez por semana, mas a demanda dos participantes deve ser levada em consideração. Grupos com até 20 pessoas são mais interessantes do que grandes grupos, para que o trabalho seja mais próximo, mas não impede que sejam formados grupos bem maiores. É indispensável que tenha-se ao menos uma equipe (podem ser 2 ou 3 pessoas) para preparar o espaço (decoração, café ou suco ou lanche se for o caso) e tentar fazer estes encontros na igreja e ainda melhor se for nas casas das pessoas. Exemplo: Hoje é na casa do João, no próximo encontro o grupo vai na casa da Maria e assim por diante, assim já se cria um ambiente mais amigável e familiar abrindo a possibilidade da família acolhedora partilhar. Não posso esquecer de frisar que os encontros devem durar até 50 minutos (1 hora no máximo), encontros muito longos não são proveitosos, se tornam cansativos e desestimulam a participação no restante do círculo. Entregar um certificado no final é uma boa ideia.

Cronograma

  1. Oração Inicial
  2. Canto
  3. Leitura (dividir em partes para que todos que se sentirem a vontade possam ler)
  4. Junto com cada parte lida cabe a discussão sobre o que foi lido
  5. Plenária (o que cada um entendeu)
  6. Fechamento com uma oração e o abraço da paz (um canto também é interessante)

1102016064_univ_lsr_xl

Capítulo 2 – O Peixe

“1.O Senhor fez que ali se encontrasse um grande peixe para engolir Jonas, e este esteve três dias e três noites no ventre do peixe. 2.Do fundo das entranhas do peixe, Jonas fez esta prece ao Senhor, seu Deus: 3.Em minha aflição, invoquei o Senhor, e ele ouviu-me. Do meio da morada dos mortos, clamei a vós, e ouvistes minha voz. 4.Lançastes-me no abismo, no meio das águas e as ondas me envolviam. Todas as vossas vagas e todas as vossas ondas passavam sobre mim. 5.E eu já dizia: fui rejeitado de diante de vossos olhos. Acaso me será dado ainda rever vosso santo templo?! 6.As águas envolviam-me até a garganta, o abismo me cercava. As algas envolviam-me a cabeça. 7.Eu tinha descido até as raízes das montanhas, até a terra cujos ferrolhos eternos (se fecharam) sobre mim. 8.Quando desfalecia a minha vida, pensei no Senhor; minha oração chegou a vós, no vosso santo templo. 9.Os que servem a ídolos vãos abandonam a fonte das graças. 10.Eu, porém, oferecerei um sacrifício com cânticos de louvor, e cumprirei o voto que fiz. Do Senhor vem a salvação. 11.Então o Senhor ordenou ao peixe, e este vomitou Jonas na praia.”
Jonas, 2 – Bíblia Católica Online

O podemos refletir sobre isso

jonas

A fuga de Jonas durou pouco, perto do que ele planejava. Logo quando caiu no mar aberto, pensou que morreria afogado, e dá para se imaginar o desespero ainda maior quando um peixe (a Bíblia não diz qual peixe, mas por convenção ficou uma como sendo uma baleia já que é o único ser possível e conhecido, capaz de engolir um homem inteiro no mar sem mastigá-lo, apesar de ser um mamífero marinho e não um peixe) o engole e ele fica por dias e noites achando que logo estaria morto. É o famoso sair da frigideira e cair no fogo.

Infelizmente Jonas só aceita o amor de Deus no momento de desespero. Assim como muitas pessoas que só entendem o verdadeiro significado de se estar na presença de Deus nos piores momentos da sua vida. Existe uma frase que diz: “Você vai para Deus pelo amor ou pela dor. ” – pena que tanta gente só encontra o amor de Deus pela dor. Por isso vemos tantas pessoas dizendo que “encontraram Jesus” ou “aceitaram a Jesus”, na verdade o amor de Jesus sempre esteve ali, mas nos momentos de alegria, muita gente não enxerga isso, já na dor, no desespero esse amor é mais fácil de se ver. Jonas é um destes. Apesar de ter ouvido o chamado de Deus, ele finge-se de surdo e tenta fugir. Mas quando enfrenta a morte por duas vezes ele finalmente se converte.

Uma boa reflexão seria cada um responder: Quando foi que você se converteu? Lembra-se como e porque?

Não é para julgar, mas para entendermos como funciona os desígnios de Deus

Milton Cesar

Quem foi Jonas

Jonas (do hebraico יוֹנָה [Yonah]; em latim Ionas) foi, segundo a Bíblia, um profeta israelita da Tribo de Zebulom, filho de Amitai, natural de Gete-Héfer. Profetizou durante o reinado de Jeroboão II, Rei de Israel Setentrional. (II Reis 14:25; Jonas 1:1) Crê-se que tenha sido o escritor do livro bíblico do Antigo Testamento que leva o seu nome.

O Livro de Jonas é um livro profético e faz parte dos chamados profetas menores, mas isso não quer dizer que ele tenha menos importância que os demais, trata-se sim do tamanho do livro. Por exemplo o Livro de Jonas tem apenas 4 capítulos já o livro de Isaías tem 66 capítulos e este pertence ao grupo dos profetas maiores.

”Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração” (Lucas 11,30).